A Fifa divulgou nesta segunda-feira, 23, a parcial de ingressos vendidos para a Copa do Mundo de futebol feminino de 2023, que acontecerá em junho deste ano, na Austrália e Nova Zelândia. Ao todo, 500 mil ingressos foram vendidos, sendo a final a data mais procurada.

Dentro dos países que mais compraram os ingressos, com exceção dos que serão sede, o recorde de compras é dos Estados Unidos, seguido de Inglaterra, Qatar, Alemanha, China, Canadá, Irlanda e França. Ao todo, pessoas de 120 países já definiram presença no mundial feminino.

“As vendas de ingressos para a Copa do Mundo tiveram um ótimo começo e não são apenas os torcedores na Austrália e Nova Zelândia comprando ingressos! Isso destaca a atração fantástica do futebol feminino e a paixão que evoca entre os fãs globais de futebol, que querem fazer parte da Copa do Mundo”, comentou Fatma Samoura, secretária geral da Copa do Mundo feminina.

O Brasil está confirmado no mundial, a seleção canarinho está no Grupo F, junto de França e Jamaica, a última vaga será definida entre o vencedor do playoff entre Taipei, Paraguai, Papua-Nova Guiné e Panamá. A equipe brasileira nunca venceu a Copa do Mundo feminina, o melhor resultado foi o segundo lugar em 2007, quando perdeu a final para a Alemanha, por 2 a 0.

Fonte: Roma News
Foto: Alexandre Alencar