A ponte que fica sobre o canal Arari, localizado na rodovia Transcoqueiro, uma das principais vias do município de Ananindeua, na região Metropolitana de Belém, e está causando transtornos para a comunidade. Motoristas e motociclistas se arriscam a trafegar pelo local que está interditado a mais de seis meses.

A denúncia é dos moradores que, cansados de esperar providências da Prefeitura Municipal de Ananindeua, procuraram a reportagem do Portal Roma News para denunciar o abandono da comunidade.

Moradora da localidade há 27 anos, Eliane Rodrigues, de 38 anos contou a equipe que a obra até foi iniciada, mas nunca chegou ao fim. “Vivemos dessa forma tem seis meses, não é a primeira vez, agora fizeram uma ponte de madeira sem segurança nenhuma, antes se quiséssemos atravessar precisávamos chegar quase no outro bairro, é um absurdo”, desabafou.

Problema constante 

Ainda na denúncia, a moradora conta que não é a primeira vez que a situação acontece, antes um supermercado da área resolveu realizar a construção da ponte em madeira, uma vez que impossibilitados de atravessar, as compras estavam reduzidas. “O supermercado fez a ponte antes, vieram as chuvas, o tempo e ela caiu. Agora a obra está aí, infinita, não passa um carro, moto só vai quem se arrisca mesmo”, contou Eliane.

Assista:

A orientação é que os motoristas sigam no sentido de quem vai para avenida Augusto Montenegro e para Mário Covas para evitar o trecho. Enquanto a obra segue a rua do canal que dá acesso à avenida Três Corações segue interditada.

A reportagem do Portal Roma News entrou em contato com a prefeitura de Ananindeua sobre o caso, e aguarda retorno.

Fonte: Roma News
Foto: Reprodução