A abertura do Open de Esportes Radicais, o Campeonato Brasileiro das modalidades, aconteceu ontem, 10, na cidade de Parauapebas, no Pará. Mas, as disputas a valer começam na manhã de hoje, 11.

A cidade recebe nomes de diversos esportes radicais, como Skate, BMX Dirt Jump, BMX Street, Patins Street, Slack line e Moto Weeling, onde os atletas disputam entre si com tempo cronometrado na pista de Street, sendo avaliados por desempenho, velocidade e equilíbrio.

A Ananin Skate Crew, equipe de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém, também está em Parauapebas para disputa da modalidade street, que conta com obstáculos encontratos no dia a dia. Mesma modalidade que Rayssa Leal conquistou medalha de prata nas Olimpíadas de Tóquio.

Coordenador da equipe, Raul Palheta explica que oito atletas estarão nas disputas e que a expectativa é de bons resultados. “A galera chegou com gás, com vontade de andar de skate. Mas a competição vai ser dura. Todo mundo tá no gás. Temos atletas com capacidade de chegar no pódio”.

Um trabalho que começou há mais de 20 anos e que pode ser coroado em um doa maiores eventos da modalidade. “O projeto decorre de um trabalho de 20 anos, de outras pessoas que trabalharam em Ananindeua. Não temos estrutura e nem incentivo pra chegar onde chegamos. Agora que estamos alcançando os objetivos. Esse trabalho tem sido feito por outras pessoas ao longo do tempo, estou na frente há quatro anos. Eu morava na África do Sul, tinha um projeto com 200 crianças. Quando o skate entrou nas Olimpíadas eu vim pra cá pra iniciar esse novo projeto pra vir pra Parauapebas”, relata.

O dia começa com as eliminatórias. As categorias são divididas entre feminino, iniciante e amador. Cada atleta fará duas voltas de um minuto. Os melhores avançam para as finais, que terão o mesmo sistema de disputa.

Mas, para conseguir chegar até Parauapebas, Raul conta que várias percerias tiveram de ser fechadas. “Conseguimos as passagens pela Secretaria de Esporte de Ananindeua. Ela possibilitou as sete passagens pra chegarmos até aqui. O vereador Bob Fllay ajudou na nossa alimentação. A nossa amiga, Nega Black também foi importante. Através da nossa articulação, conseguimos duas passagens pra atletas do Tucunduba Skate Time, do Guama, em Belém, e o apoio da Seel”.

A 3ª edição do campeonato nacional Pebas Jump está confirmada para os dias 10, 11 e 12 de setembro.

Fonte: UOL
Foto: Reprodução/Instagram