Ao menos 67 pessoas morreram e dezenas estão desaparecidas após deslizamentos de terra no estado de Maharashtra, no oeste da Índia, causados por chuvas torrenciais das monções.

A magnitude dos danos dificulta os trabalhos de resgate, e centenas de vilas e cidades estão sem energia elétrica e água potável.

Os deslizamentos bloquearam várias estradas, inclusive a rodovia entre Mumbai, a capital do estado e polo financeiro do país, e Bengaluru, polo tecnológico. Milhares de caminhões ficaram presos na via.

Partes da costa oeste da Índia receberam quase 600 milímetros de chuva em 24 horas, forçando autoridades a evacuar pessoas que vivem em áreas vulneráveis e a liberar água de represas que já estão transbordando.

Inundação no distrito de Ratnagiri, no estado de Maharashtra, em 22 de julho de 2021. Deslizamentos de terra provocados pelas fortes chuvas de monções deixaram dezenas de mortos e desaparecidos no oeste da Índia. — Foto: Força Aérea Indiana via AP
Inundação no distrito de Ratnagiri, no estado de Maharashtra, em 22 de julho de 2021. Deslizamentos de terra provocados pelas fortes chuvas de monções deixaram dezenas de mortos e desaparecidos no oeste da Índia. — Foto: Força Aérea Indiana via AP

 

Represas e rios transbordando

“Chuvas inesperadas e muito fortes provocaram deslizamentos de terra em muitos lugares e rios inundados”, afirmou Uddhav Thackeray, ministro-chefe que governa Maharashtra.

“Represas e rios estão transbordando. Somos forçados a liberar água de represas e, portanto, estamos transferindo as pessoas que moram perto das margens dos rios para lugares mais seguros.”

As 24 horas ininterruptas de intensas chuvas fizeram o rio Vashishti transbordar, e alguns bairros da cidade de Chiplun, a cerca de 250 km ao sul de Mumbai, estão sob 3,5 metros de água.

Pessoas atravessam área alagada em Kolhapur, no estado de Maharashtra, em 23 de julho de 2021. Deslizamentos de terra provocados pelas fortes chuvas de monções deixaram dezenas de mortos e desaparecidos no oeste da Índia. — Foto: AP
Pessoas atravessam área alagada em Kolhapur, no estado de Maharashtra, em 23 de julho de 2021. Deslizamentos de terra provocados pelas fortes chuvas de monções deixaram dezenas de mortos e desaparecidos no oeste da Índia. — Foto: AP

 

Deslizamentos e desabamentos

Ao menos 36 pessoas morreram em Taliye, a 180 km a sudeste da capital financeira, após um deslizamento de terra arrasar a maior parte da pequena vila.

Em Mumbai, ao menos quatro pessoas morreram após um prédio desabar.

Outros 27 óbitos foram registrados em diversas regiões de Maharashtra devido a deslizamentos de terra e acidentes ligados às fortes chuvas.

O desabamento de prédios é “comum” na Índia durante as monções, que acontecem entre junho a setembro, quando estruturas frágeis e em mau estado de conservação cedem após dias seguidos de chuvas.

As chuvas torrenciais na Índia ocorrem dias após mais de 190 pessoas morrerem na Europa devido a inundações, mais de 50 serem vítimas de alagamentos na China e a ondas de calor nos Estados Unidos e no Canadá.

 

Fonte: G1.com
Foto: Niharika Kulkarni/Reuters