O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) vem realizando, desde terça-feira, 19, um mutirão de provas teóricas para obtenção da primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH), na Escola Luiz Nunes Direito, em Ananindeua, na Grande Belém. A ação segue até sexta-feira, 30.

A meta é atender até 240 pessoas por dia, o mutirão é destinado não somente aos usuários de Ananindeua, mas também de Belém e demais municípios da Região Metropolitana, incluindo a região das ilhas. Para a realização das provas é necessário levar documento de identificação e o boleto pago da segunda fase da habilitação. É recomendado, também, por medidas sanitárias devido à pandemia de Covid-19, levar sua própria caneta esferográfica, de tinta azul ou preta, fabricada em material transparente.

Lucinete Cunha, moradora de Belém, estava há duas semanas tentando marcar a data da prova e foi uma das beneficiadas pelo mutirão. “Alguns colegas pensavam ser fraude, pois não havia vaga de agendamento no site. Mas procurei informações nas redes do Detran e vi que o cadastro é realizado na hora. Então, consegui de maneira tranquila”, contou.

Senhas são distribuídas no local, onde a prova é realizada. é obrigatório apresentação de documento de identificação e boleto da segunda fase pago.

Fonte: Romanews
Foto: Pedro Guerreiro/Agência Pará