A semana de Vinícius Leite foi agitada fora de campo. O ge Pará apurou que o atacante optou por não renovar contrato com o Paysandu para aceitar proposta do Avaí. O jogador inclusive já comunicou à diretoria a decisão e deve deixar o Papão até 10 de novembro, quando encerra o vínculo atual. Escalado para entrevista coletiva nesta sexta-feira, Vinícius garantiu que vai continuar dando o seu melhor em campo, mesmo de saída da equipe paraense.

– Sem dúvida alguma. Eu venho mostrando isso [foco] em todos os jogos, inclusive no jogo passado, na parte analítica do clube, eu fui um dos melhores em campo, fui o que busquei jogo e fiz o gol. Então isso [negociação com o Avaí] não vai me atrapalhar de maneira alguma. Eu, sempre que entrar em campo, vou dar o meu melhor, sempre vou correr pela camisa do Paysandu, porque é um clube que me abriu as portas e eu tenho um carinho enorme – afirmou.

+ Netinho não deve renovar om o Paysandu e sai em novembroVinícius Leite está relacionado para o jogo de domingo, contra o Vila Nova. A partida pode ser a última pelo Papão, já que o Avaí tenta antecipar a saída do jogador e, para isso, pode oferecer jogadores emprestados ao time paraense. Caso a diretoria bicolor não aceite, o atacante terá mais quatro jogos a fazer até 10 de novembro.

– Eu, ficando ou não, quero entrar em campo. Tenho contrato até dia 10, então vou cumprir meu contrato como sempre fiz. Fiquei dois anos aqui e vou sempre procurar dar o meu melhor. Vou sempre entrar em campo pensando no melhor para o Paysandu. Podem ter certeza que no domingo eu vou estar na melhor forma – frisou Vinícius, que em seguida emendou.

“Minha cabeça está muito boa. Estou muito focado neste jogo, quero muito poder vencer. A parte extracampo não cabe a mim, os meus representantes cuidam. A minha parte é jogar futebol. É a coisa que eu sei fazer e é o que eu vou fazer no domingo. Vou fazer um bom jogo”

Paysandu e Vila Nova jogam a partir das 18h (de Brasília) de domingo, no Mangueirão. Os bicolores estão na 7ª colocação, com 11 pontos, enquanto o adversário goiano é o vice-líder, com 19.

– A gente sabe que o Vila Nova é uma das equipes que vai brigar pelo acesso, que vai brigar pela classificação. É um jogo chave para a gente, que não pode pensar em derrota. Temos que vencer e o nosso intuito vai ser sempre esse. Vamos mentalizar o jogo e a vitória é a única coisa que nos interessa. Vamos com todo o gás para poder conseguir – avaliou o atacante.

Fonte: G1
Foto: Reprodução/Papão TV